Browsing Tag

Afiliados

Marketing Digital,

Aprenda como trabalhar na internet e ganhar dinheiro sem sair de casa

Graças a internet, muitas pessoas começaram a ganhar dinheiro sem sair de casa. Essa conquista é o sonho de muitas pessoas, mas como trabalhar na internet sem sair de casa? Nós da Confilio vamos te mostrar algumas opções de como ganhar uma renda extra ou como cobrir todas as rendas mensais. Confira!

Como trabalhar na internet?

Além de aprender as possibilidades de como trabalhar na internet, precisamos lembrar que esse segmento está atraindo cada vez mais pessoas, então, o ideal é achar uma maneira de se destacar. E, também, saiba que a internet está sempre mudando em uma velocidade superalta. Tente sempre se atualizar sobre o que está que acontecendo no mundo online. Vamos as opções!

1. Rede de afiliados

Começamos com a Rede de Afiliados porque é um segmento que está crescendo no Brasil. Se você não sabe o que é, então precisa ler nosso artigo sobre como ganhar dinheiro na internet com Marketing de Afiliados, clicando aqui.Basicamente, a Rede de Afiliados é um serviço de publicidade que “vende” espaços para anúncios na internet.

Imagina que nos jornais e revistas impressas, as empresas jornalísticas vendem espaços de propaganda para diferentes empresas. Os blogs, sites, portais e lojas virtuais também vendem anúncios em suas páginas na internet. Portanto, os donos dos sites ganham dinheiro com a monetização dos anúncios e as empresas que anunciam também aumentam as oportunidades de venda e, consequentemente, lucram com elas. Todo mundo ganha!

2. Infoprodutos

Os infoprodutos são produtos digitais para ler, ouvir ou assistir na internet. Muitas pessoas estão ganhando dinheiro disponibilizando versões pagas na internet. Para entender melhor o que são, como criar e como divulgar os infoprodutos na internet, leia nosso artigo.

Mas você precisa saber que é necessário criar um bom produto e fazer uma oferta para os usuários comprarem. A divulgação nas redes sociais, blog, E-mail Marketing e outros sites da internet é essencial.

E também é possível vender seus produtos digitais na Rede de Afiliados, através do CPA (Custo por Aquisição) — que é quando uma ação é concluída por um usuário, como a venda de um infoproduto.

3. Loja virtual

É possível abrir um e-commerce e vender produtos por lá. Mas antes de abrir seu negócio na internet, procure um bom nicho no mercado e, de preferência, que não esteja supersaturado.

Depois de saber em qual segmento apostar, procure entender melhor essa área e faça cursos online ou presenciais para se capacitar profissionalmente.

Mas se você não quer abrir um site no começo com medo de correr riscos, então pode optar por sites que disponibilizam a venda de produtos, como Mercado Livre, OLX, Enjoei e outros.

4. Monetização de Blogs

Se você curte algum assunto e sabe muito sobre ele, que tal fazer um Blog para passar esse conhecimento para outras pessoas? Além de fazer uma coisa que você gosta, ainda consegue ganhar um dinheiro com ele.

Você pode usar o Google AdSense que coloca anúncios no seu blog e receber pagamentos por isso. Além, claro, de se filiar a Rede de Afiliados para vender os espaços do blog para empresas.

Agora você já sabe como trabalhar na internet. Então, aproveite e conheça a Rede de Afiliados da Confilio, empresa de Marketing de Performance. Seja também um afiliado, clicando aqui!

Infoprodutos,

Infoprodutos: o que são, como criar e como divulgar na internet

Os infoprodutos são a sensação do momento na internet. Aliás, muitas pessoas estão ganhando dinheiro na internet vendendo esses produtos digitais. Se você não sabe o que eles são, como criar, como vender e fazer a divulgação, nós da Confilio vamos te ajudar! Confira, logo abaixo!

O que são infoprodutos?

Quem poderia imaginar que seria possível vender produtos que não são palpáveis? Isso já é possível! Os infoprodutos são produtos em formato digital para baixar, assistir, ler ou ouvir na internet. Dessa forma, eles podem ser encontrados de forma paga ou gratuita.

Um dos maiores segmentos dos inforprodutos é o EAD (Ensino à Distância). Esse formato de curso online está crescendo cada vez no mundo inteiro, inclusive no Brasil. O custo mais baixo, a facilidade de horários e a comodidade são alguns dos motivos da demanda.

É possível encontrar infoprodutos com diferentes tipos de conteúdo à venda na internet, desde um curso na área de gastronomia até um tutorial sobre “como ganhar dinheiro sem sair de casa”.

Por que apostar nos infoprodutos?

Uma das maiores vantagens de vender infoprodutos é que você consegue comercializar o mesmo produto para muitas pessoas. Se uma loja física precisa fazer vários livros para vender para muitas pessoas, no mundo digital uma unidade pode ser comercializada diversas vezes. Baixo custo de produção!

Outro motivo para apostar nos infoprodutos é a facilidade em alcançar diferentes lugares, quebrando barreiras geográficas. Ele ainda vai ser facilmente encontrado a qualquer hora do dia, já que já está 100% online.

E se você sempre sonhou em trabalhar em casa, essa é a hora. Isso porque a criação dos infoprodutos, dependendo do conteúdo, pode ser feito diretamente de casa.

Como criar infoprodutos?

Existem muitos formatos que possibilitam a criação de um infoproduto, são eles:

  • Ebook: é um livro digital que pode ser lido através de um computador, celular, smartphone, iPad ou um e-Book Reader.
  • Vídeoaula: aulas gravadas em formato de vídeo para ser transmitida para alunos ou interessados no assunto. O professor ou especialista no assunto grava o curso, edita e depois disponibiliza para os alunos. Dessa forma, as pessoas podem assistir no modo online ou fazer o download.
  • Screencasts: essa ferramenta grava o que acontece na tela do seu computador ou smartphone. Ela é ideal para aqueles vídeos que precisam mostrar algum recurso tecnológico, como a implementação de algum software que precisa seguir um passo a passo.
  • Audiobooks: são simplesmente livros em formato de áudio. Geralmente, esse tipo de produto é gravado em um estúdio e possui um tom falado de interpretação do texto.
  • Poadcast: é um áudio gravado para ser escutado quando quiser em diferentes dispositivos digitais. Inclusive, é possível baixar nos celulares, computadores ou assistir online.
  • Programa para membros: o conteúdo fica disponível em sites com acesso exclusivo a assinantes.
  • E-Magazines: são revistas em formato digital, que podem ser criadas em PDF.
  • Kits: um pacote com diferentes produtos digitais (e-books, videoaula, poadcast…) sobre um mesmo tema.

Afinal, como fazer a divulgação de infoprodutos?

Assim, você pode fazer a divulgação do seu infoproduto por E-mail Marketing, Redes Sociais, Fóruns e Youtube. Aliás, você também pode fazer parte de uma Rede Afiliados e colocar o seu infoproduto em diversas páginas da internet.

Diante disso, agora você já sabe como criar infoprodutos e como divulgar na internet. Então, aproveite e conheça as vantagens desse tipo de serviço que a Confilio, empresa de Marketing de Performance, pode oferecer para você. Seja também um afiliado, clicando aqui!

Marketing de Afiliados,

8 plataformas para divulgar link de afiliados na internet

Já falamos aqui sobre como ganhar dinheiro na internet com marketing de afiliados. E também já mostramos os tipos de renumeração desse segmento. Neste artigo, vamos mostrar os meios digitais em que você pode divulgar link de afiliados. Quer saber quais são? Veja nossa lista!

Onde divulgar link de afiliados na internet?

É mais fácil do que você imagina divulgar link de afiliados na internet. Hoje em dia, existem muitos meios digitais que facilitam a divulgação dos anúncios dos afiliados. Talvez você utiliza ou já utilizou uma dessas ferramentas, mas ainda não utilizou como plataforma para divulgação. Olha só!

1. Divulgar link de afiliados no Facebook

É importante analisar qual o perfil dos seus amigos no Facebook que você for divulgar o link de afiliados. Como as pessoas vão reagir? Será que vão gostar do conteúdo e vão clicar?

Em primeiro lugar, faça essa análise e divulgue aquilo que vai gerar interesse na maioria dos seus amigos.

2. Divulgar link de afiliados no Blog

De fato, um Blog é um ótimo meio para divulgar links de afiliados. Ainda mais se ele possuir engajamento e muitos visitantes, então os links serão clicados e gerarão retorno para a empresa e para você.

3. Divulgar link de afiliados por E-mail Marketing

Primordialmente, crie uma lista de email segmentada com base no tipo de anúncio que você vai divulgar e envie um E-mail Marketing atraente, informativo e direto.

4. Divulgar link de afiliados em Fóruns de discussão

Os fóruns de discussão na internet são feitos geralmente por pessoas interessadas em um tipo de assunto ou produto. Portanto, entre neles e faça a divulgação dos links de afiliados. Não se esqueça de perguntar antes se as pessoas querem receber.

5. Divulgar link de afiliados no Twitter

Muitas pessoas usam o Twitter para encontrar alguma informação ou produto. Aliás, ofereça seus links de afiliados para quem estiver interessado.

6. Divulgar link de afiliados no Instagram

O Instagram está se tornando a rede social do momento. De tempos em tempos, sempre um novo recurso é lançado para deixá-lo ainda mais completo. Portanto, você pode divulgar o link de afiliado no feed da rede, mandar por Direct (mensagem privada), usar as hashtags certas para o tipo de anúncio e muito mais.

7. Divulgar link de afiliados no Youtube

Você pode criar um canal no Youtube para divulgar o link do afiliado e compartilhar com seus amigos e seguidores interessados no assunto. Milhares de pessoas assistem vídeos diariamente nesta plataforma.

8. Divulgar link de afiliados no Yahoo Respostas

Neste site, muitas pessoas fazem perguntas e/ou estão procurando por algum produto/serviço. Que tal dar uma pesquisada e ver se alguma pergunta tem relação com o seu link de afiliado?

Qual a melhor plataforma de divulgação do seu link de afiliado?

Essa pergunta varia de acordo com o segmento do seu link de afiliado. Faça testes com as diferentes plataformas e veja qual trouxe mais retorno para você. Ficará mais fácil saber em qual investir em mais divulgação.

Diante disso, agora você já sabe em quais lugares divulgar link de afiliados na internet. Então, aproveita e conheça as vantagens desse tipo de serviço que a Confilio, empresa de Marketing de Performance, pode oferecer para você. Seja também um afiliado, clicando aqui!

Marketing Digital,

O que é automação de marketing? Saiba aqui!

Você sabe o que é automação de marketing? Nós da Confilio, empresa de marketing digital e com foco em performance, vamos explicar para você. Muitas pessoas acreditam que um simples seguir de volta nas redes sociais é automação de marketing, mas essa estratégia é mais abrangente. Saiba mais!

O que é automação de marketing?

A automação de marketing significa entender as ações dos visitantes e tentar agir em todos os canais online da empresa. Nesse estágio, o cliente em potencial já tem interesse na compra, mas ainda precisa de mais informações. Então, entra a automação de marketing para conduzir a compra.

Parece complicado ao ler a definição, mas vamos deixar mais claro para você. Basicamente, a automação de marketing utiliza softwares e outras tecnologias para agir em grande escala e, consequentemente, aumentar as chances de vendas.

Imagina uma tarefa diária que você costuma fazer repetidamente. Agora pense se ela fosse realizada de uma única vez e que ainda você pode mensurá-las. É isso que a automação de marketing faz para que você otimize o seu tempo.

Como automatizar as ações de marketing?

Existem algumas áreas que podem ser automatizadas, são elas:

E-mail: a tecnologia já permite automatizar o envio dos e-mails e analisar cada ação dos usuários. Além de responder automaticamente e ainda segmentar a lista dos e-mails cadastrados.

Rede social: as mídias sociais podem distribuir um conteúdo automaticamente, aumentando o número de seguidores e de engajamento.

Landing page: hoje em dia, já é possível usar modelos prontos de langing page por vezes seguidas.

Como a automação de marketing ajuda a nutrir leads?

Você sabe o que é lead? É um formulário que solicita os dados de contato do usuário para convertê-lo em cliente de uma empresa. Em breves palavras, é um visitante que tem real interesse no seu produto/serviço.

Porém, o interesse em si não se configura em venda. É aí que entra a nutrição de leads com ajuda da automação de marketing. Será preciso criar um relacionamento com esse usuário, através dos dados obtidos.

A automação de marketing pode fazer essa interação com o visitante, através de mensagens personalizadas. Assim, quando realmente ele for comprar, ele se lembrará da sua empresa.

A nutrição de leads e a conversão de vendas

Nutrir um lead e chegar na conversão de venda possui um caminho. Para chegar nele, é preciso apostar em alguns elementos do marketing digital. São eles:

Leads ricos: pedir informações específicas podem deixar seu lead mais rico. Não é pela quantidade, mas pela qualidade das informações solicitadas, que podem ajudar a criar estratégias personalizadas. Saiba mais, logo abaixo.

Conteúdo personalizado: esse conceito depende do anterior. Isso porque, com base nas informações solicitadas, é possível personalizar a nutrição do lead — se baseando nas respostas preenchidas do formulário.

Intervalo de tempo: é necessário traçar uma linha do tempo e colocar todas as ações que você fará com o lead, afim de chega na ponta final — que é a conversão da compra do produto ou a contração do serviço. É importante respeitar um intervalo de tempo para fazer um contato com esse lead.

Conversão ou não: você pode ter seguido os conceitos básicos da nutrição dos leads, mas o usuário pode fazer a conversão ou não. Vale colocar em uma lista aqueles que não interagiram com seus conteúdos para mais tarde entrar em contato com eles novamente.

Agora você já sabe como funciona a automação de marketing e porque ela é importante para a nutrição de lead. A Confilio é a principal rede de afiliados com campanhas que pagam comissão por lead do Brasil. Clique aqui e cadastre-se para ter acesso a elas e ganhar dinheiro sem sair de casa.

Marketing de Afiliados,

Como alavancar vendas em datas comemorativas com a rede de afiliados

Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Black Friday, Natal e Réveillon. Essas são as principais datas comemorativas que ano a ano movimentam as vendas pela internet e fora dela também. Se você é produtor de conteúdo e quer saber como alavancar vendas em datas comemorativas, além de melhorar o faturamento através da rede de afiliados, leia esse artigo até o final.

Como alavancar vendas em datas comemorativas?

É importante que os donos das plataformas de conteúdo tenham estratégia e bom planejamento para conseguir melhores resultados.

Na última edição da Black Friday (2017), por exemplo, o faturamento para o setor de e-commerce foi de R$ 2,1 bilhões.

Em um ano, houve alta de 10,3%, de acordo com dados da Ebit. Em uma data como essa, o que não falta é oportunidade para um produtor de conteúdo que usa a rede de afiliados como recurso de obtenção de renda.

Confira algumas dicas de como alavancar vendas em datas comemorativas com ajuda da rede de afiliados:

Dicas de como alavancar vendas em datas comemorativas usando a rede de afiliados

 1 . Todo nicho pode encontrar temas relacionados a diversas datas sazonais

A primeira dica sobre como alavancar vendas em datas comemorativas usando a rede de afiliados é ser criativo. Pesquise e encontre como o seu nicho de atuação pode trabalhar conteúdos com palavras-chave diferentes e relacionadas às datas sazonais. Dessa forma, é mais fácil alcançar mais produtos e campanhas e aumentar a renda.

Por exemplo, se você tem um blog cujo tema principal é finanças pessoais, então pode trazer conteúdos como:

  • Dicas para viajar no Carnaval sem gastar muito.
  • Como conseguir renda extra no período da Páscoa.
  • Dia das Mães: dicas para escolher um presente que caiba no seu bolso.

 2 . Faça um calendário de datas que sejam relevantes para o seu negócio

Monte um calendário com as datas comemorativas que podem ser interessantes para o seu projeto.  Além das principais, citadas no início do texto, considere também outras. O Dia do Médico ou o Dia do Advogado também são boas opções.

Dependendo do seu nicho, vale a pena dar uma olhada no calendário de datas internacionais. Assim, fica mais difícil perder o timing de publicação.

Se a ideia é aproveitar o Dia das Mães, por exemplo, é interessante que o post seja feito pelo menos 2 semanas antes. Se for feito muito em cima da hora, o resultado não vai ser o mesmo. Planejamento é fundamental!

3 . Ofereça bônus, crie campanhas promocionais e sorteios sazonais

Se no seu blog já existe um e-book com o tema “Guia definitivo: como fazer um planejamento financeiro eficiente”, por exemplo, você pode oferecer um outro menor e complementar.

Um tema feito especialmente para o final de ano: “Bônus: comece o próximo ano com a vida financeira organizada”.

Fazer sorteios de brindes, oferecer desconto ou até gratuidade em algum produto pago por tempo determinado são boas alternativas para aumentar o alcance e o engajamento nas suas campanhas ativas em qualquer data sazonal.

Se com essas dicas você não conseguiu ver chances de aumentar seus acessos e conseguir mais cliques, downloads e conversões, então aproveite para manter o relacionamento com seus leads.

No Dia dos Pais, faça um disparo de e-mail para toda a base com um cartão de “Feliz Dia dos Pais”, simples e sem intenção de venda.

A manutenção desse diálogo tende a aumentar a confiança para as próximas oportunidades.

Diante disso, agora você já sabe um pouco mais sobre como alavancar vendas em datas comemorativas usando a rede de afiliados. Então, conheça a Confilio e as vantagens desse tipo de estratégia de marketing para você. 

Marketing de Afiliados,

Como ganhar dinheiro na internet com marketing de afiliados

Muita gente tem um perfil em uma determinada rede social, um site ou um blog, mas não sabe como começar a gerar renda — mesmo tendo um público considerável. Hoje vamos falar sobre como ganhar dinheiro na internet com marketing de afiliados. Essa é uma maneira prática e simples de conseguir aumentar sua renda e também a base de leitores e seguidores para o conteúdo que você produz.

Dicas de como ganhar dinheiro na internet com o marketing de afiliados

O marketing de afiliados funciona assim: produtores de conteúdo (site/blog) disponibilizam seu espaço para a divulgação de produtos ou serviços e ganham uma comissão por isso.

O comissionamento depende do objetivo da campanha, que pode ser clique no anúncio, cadastro, download e até mesmo a conversão em vendas.

Para cada objetivo, um valor fixo é definido por unidade. Por exemplo: Custo por Clique (CPC), Custo por Lead (CPL), Custo por Aquisição (CPA), entre outros.

Dessa forma, o anunciante consegue mais chances de vendas e quem anuncia também consegue ter uma fonte de renda. Se o público-alvo dos dois for o mesmo, as chances de sucesso são ainda maiores. Esse é um modelo de negócio em que todos saem ganhando.

Criado pela Amazon, na década de 90, o marketing de afiliados é um mercado que só cresce em todo o mundo.

Confira a seguir algumas dicas de como ganhar dinheiro na internet usando o marketing de afiliados.

 1 . Conheça sua audiência

Para alcançar o sucesso em uma campanha, antes de mais nada, o afiliado precisa conhecer o seu público-alvo. Ao entender quem é, saber do que ele gosta e – mais do que isso – compreender o que ele precisa, maiores são as chances de vender mais.

2 . Seja transparente e paciente 

Pesquise sobre redes de afiliados que pretende entrar, suas vantagens, regras e disponibilidades. É importante também buscar o máximo de transparência com o público e vender somente aquilo em que você acredita e confia. Lembre-se: os resultados não ocorrem do dia para a noite. Tenha paciência.

Produtores de conteúdo que querem comissão acima de tudo e rápido demais, em geral, não conseguem bons resultados.

3 . Faça testes constantes

Os testes são fundamentais para melhorar a performance de uma companha de marketing de afiliados. Ao pesquisar o mercado você pode achar que trabalhar com apenas um tipo de remuneração, como o CPC (Custo por Clique), por exemplo, é o melhor.

Aí, ao fazer testes, você descobre que todo mundo faz CPC. Porém, a sua plataforma pode render mais o CPM (Custo por Mil Impressões) ou o CPI (Custo por Instalação).

O seu verdadeiro potencial pode estar onde a concorrência é menor. Experimente com diferentes tipos de produtos e remuneração.

Atenção: é exigido por lei, a partir de abril de 2018, que o afiliado e produtor de conteúdo seja Pessoa Jurídica e emita nota fiscal para receber suas comissões das empresas de afiliação.

Diante disso, gostou de saber como ganhar dinheiro na internet sem precisar sair de casa? O marketing de afiliados é a resposta que você estava procurando. Então, conheça a Confilio e entre nessa rede hoje mesmo.

Marketing de Afiliados,

Principais tipos de remuneração do mercado de afiliados

Marketing de afiliados nada mais é do que a união entre as empresas que desejam aumentar suas possibilidades de vendas e os editores de conteúdo e blogueiros que querem usam seus projetos na internet para gerar renda e atrair mais leitores. Os tipos de remuneração variam, o que não muda é que com esse modelo de negócio todos ganham dinheiro com um mesmo cliente. O que acontece é que, ao divulgar e vender um produto ou serviço a partir de um determinado blog, por exemplo, a empresa e esse blog dividem o dinheiro de forma pré-determinada.

Tipos de remuneração mais comuns

1 . CPC (Custo por Clique)

Custo por Clique (CPC) é um dos tipos de remuneração em que, independente do formato de anúncio, o ganho é de acordo com os cliques que tiver aquele link em um determinado artigo ou banner, por exemplo. É definido um valor por clique e ele varia de acordo com o anunciante. Vale a pena observar também como é feita a contabilidade dos cliques caso a caso. Isso porque o afiliado pode ser remunerado por cada clique e por IP ou a cada dois cliques de um mesmo IP.

2 . CPA (Custo por Ação)

Outro dos tipos de remuneração do marketing de afiliados é o CPA (Custo por Ação). Nesse caso, o anunciante decide a ação a ser paga para o afiliado, que pode ser um cadastro, uma instalação ou um download, por exemplo. A partir daí, cada cadastro realizado, instalação feita ou arquivo baixado tem um custo fixo.

 3 . CPL (Custo por Lead válida)

O Custo por Lead válida (CPL) é parecido com o CPA, o que muda é que a ação precisa ser validada posteriormente. Por exemplo: o anunciante vai pagar por cada cadastro realizado em uma determinada plataforma, desde que esse cadastro cumpra algum requisito e seja “aceito”.

Dessa forma, mesmo que o cadastro seja feito, se as regras de validação da campanha não forem cumpridas, o afiliado não ganha nada.

4 . CPM (Custo por Mil Impressões)

Tem também o Custo por Mil Impressões (CPM). Esse é um tipo de remuneração que funciona apenas para aplicação de banners em sites. Nesse caso, é definido um custo fixo para cada mil impressões. Cada impressão significa cada vez que esse banner é visto por um usuário. O número de impressões pode ser equiparado ao número de page views de um site ou blog, desde que o banner esteja em todas as páginas. Não importa se o usuário clica ou não nesse banner.

 5 . CPV (Custo por Venda)

Por último, tem o Custo por Venda (CPV) ou Custo por Aquisição. Nesse tipo de remuneração, os afiliados ganham uma porcentagem das vendas realizadas pelo anunciante. Por exemplo: um blogueiro afiliado se inscreve em uma campanha que paga 20% de comissão para cada venda realizada. Se em um mês esse blogueiro conseguir converter e vender R$ 1000,00, ele ganha R$ 200,00 de comissão.

Mudanças tributárias a partir do mês de abril de 2018

A partir do dia 1 de abril de 2018, produtores de conteúdo que exercerem veiculação de publicidade precisam ser Pessoa Jurídica.

Ou seja, isso significa que para ser um afiliado em qualquer plataforma. Além disso, para receber a sua parte nas vendas é preciso ter um CNPJ.

Além de estar habilitado para emitir nota de prestação de serviços que considere:

  • Inserção de textos;
  • Desenhos;
  • Outros materiais de propaganda e publicidade.

No caso da Confilio, o pagamento de comissões aos afiliados é feito em 15 dias após o fechamento de cada mês. Essa medida foi tomada a partir de uma lei federal.

Veja a seguir quais são os tipos de remuneração mais comuns do setor de marketing de afiliados e escolha o melhor para a sua campanha e o seu projeto:

Diante disso, gostou de entender melhor os tipos de remuneração do mercado de marketing de afiliados? Então, deixe um comentário com a sua opinião.